câncer

O que é câncer?

Câncer é uma das palavras mais temidas pelas pessoas. Apesar de parecer uma coisa só, o termo refere-se a um conjunto de mais de cem doenças que têm em comum o crescimento desordenado (maligno) de células que invadem os tecidos e órgãos, podendo espalhar-se (metástase) para outras regiões do corpo.

Dividindo-se rapidamente, estas células tendem a ser muito agressivas e incontroláveis, determinando a formação de tumores (acúmulo de células cancerosas) ou neoplasias malignas. Por outro lado, um tumor benigno significa simplesmente uma massa localizada de células que se multiplicam vagarosamente e se assemelham ao seu tecido original, raramente constituindo um risco de vida.

Câncer não é tudo igual

Diferentes tipos de câncer podem se comportar de formas distintas.

Por exemplo, o câncer de pulmão e o câncer de pele são doenças muito diferentes, que se desenvolvem de formas diferentes e respondem a distintos tipos de tratamentos. Por essa razão, os pacientes com câncer precisam receber o tratamento adequado para seu tipo específico doença.

Nem tudo é genética

 

Você sabia que os maus hábitos são responsáveis por 80% dos casos de câncer? Os principais fatores de risco para os casos de câncer são o tabagismo, o consumo exagerado de álcool, alimentação pobre em nutrientes e sedentarismo.

Mas o câncer não é hereditário? De forma geral, não. Porém existem gatilhos que tornam determinadas pessoas mais sensíveis à ação de carcinógenos, os agentes que provocam o desenvolvimento de um câncer ou tumor maligno no organismo.

Todo nódulo é câncer?

 

Nem sempre! Em situações específicas, nódulo pode ser uma lesão “pré-maligna” ou um câncer em fase inicial. Entretanto, as formações benignas são mais comuns do que se imagina. Neste caso, ocorre uma resposta inflamatória do organismo. Até mesmo infecções podem causar nódulos benignos, sabia?

A maioria dos nódulos não causam dor ou sintomas, a não ser que estejam comprimindo um nervo, irritando-o ou causando obstrução. Tanto é que quase sempre eles são achados ocasionalmente, em exames de imagem realizados para outros fins.

Tipos

Basicamente, os cânceres podem ser agrupados em cinco categorias mais amplas: carcinomas, sarcomas, leucemias, linfomas e mielomas e cânceres do sistema nervoso central. Quando alguém diz que fulano está com câncer de mama metastático, quer dizer que o tumor se espalhou para outros órgãos, como fígado, por exemplo.

Estimativas dão conta de que metade do total de homens e um terço das mulheres irão desenvolver um tipo de câncer em algum momento de suas vidas.

Câncer tem cura?

Essa é, talvez, uma das questões mais importantes discutidas no meio científico e em todas as partes da sociedade. Já descobrimos muita coisa, mas o caminho ainda é longo.

Existem exames de rastreamento que podem ser realizados para alguns tipos de câncer, de modo a antecipar a presença da doença. É curável, sim, desde que diagnosticado precocemente e tratado corretamente.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião oncológico no Rio de Janeiro!

 

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe

© Desenvolvido com pelo iMedicina. Todos os direitos reservados.