câncer de esôfago

7 fatores de risco para o câncer de esôfago

Um fator de risco é qualquer coisa que mude sua chance de contrair uma doença, como o câncer de esôfago, por exemplo. Diferentes tipos de câncer têm diferentes fatores de risco.

 Alguns fatores, como o tabagismo, podem ser alterados. Outros, como a idade de uma pessoa ou histórico familiar, não.

Os cientistas descobriram vários fatores que podem afetar o risco de câncer de esôfago. Mas é importante ressaltar que ter um fator de risco, ou mesmo muitos, não significa que você terá câncer de esôfago. E algumas pessoas que contraem a doença podem não ter nenhum fator de risco conhecido. Vamos, então, conhecer alguns dos fatores já apontados pela ciência.

Causas do câncer de esôfago

1. Idade

A chance de contrair o câncer de esôfago aumenta com a idade. Menos de 15% dos casos são encontrados em pessoas com menos de 55 anos.

2. Gênero

No Brasil, estimam-se 8.240 novos casos de câncer de esôfago em homens, contra 2.550 em mulheres, para cada ano do biênio 2018-2019. Esses valores correspondem a um risco estimado de 7,99 casos novos a cada 100 mil homens, enquanto apenas 2,38 para cada 100 mil mulheres.

3. Refluxo gastroesofágico

O estômago produz ácido e enzimas fortes para ajudar a digerir os alimentos. Em algumas pessoas, o ácido pode escapar do estômago para a parte inferior do esôfago. O termo médico para isso é a doença do refluxo gastroesofágico (DRGE), ou apenas refluxo.

Pessoas com DRGE têm um risco ligeiramente maior de adenocarcinoma do esôfago.

4. Tabaco e álcool

O uso de produtos de tabaco, incluindo cigarros, charutos, cachimbos e tabaco de mascar, é um importante fator de risco para o câncer de esôfago. Quanto mais uma pessoa usa tabaco, maior o risco de câncer.

Alguém que fuma um maço de cigarros por dia ou mais tem pelo menos duas vezes a chance de contrair adenocarcinoma do esôfago, do que um não fumante. O risco não desaparece se o uso do tabaco parar.

O consumo de álcool também aumenta o risco de câncer de esôfago. Quanto mais álcool alguém beber, maior a chance de contrair a doença.

5. Obesidade

As pessoas que estão acima do peso ou obesas (muito acima do peso) têm uma chance maior de câncer de esôfago. Isso é, em parte, explicado pelo fato de que pessoas obesas têm maior probabilidade de apresentar refluxo gastroesofágico.

6. Histórico de outros cânceres

Pessoas que tiveram certos tipos de câncer, como o de pulmão, de boca ou câncer de garganta, têm um alto risco de contrair carcinoma de células escamosas do esôfago também. Isso pode ser porque esses cânceres também podem ser causados ​​pelo tabagismo.

7. Infecção pelo vírus do papiloma humano (HPV)

O HPV é um grupo de mais de 100 vírus relacionados. Eles são chamados vírus do papiloma porque alguns deles causam um tipo de crescimento chamado papiloma (ou verruga). A infecção por certos tipos de HPV está associada a vários tipos de câncer, incluindo câncer de garganta, câncer anal e câncer do colo do útero.

Sinais de infecção por HPV foram encontrados em até um terço dos cânceres de esôfago de pacientes em partes da Ásia e da África do Sul. Mas sinais de infecção por HPV não foram encontrados em cânceres de esôfago de pacientes em outras áreas, incluindo o Brasil.

Agora que você sabe um pouco mais sobre os fatores de risco para o câncer de esôfago, pode se manter atento e conversar com um médico, caso algum deles se manifeste.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião oncológico no Rio de Janeiro!

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe

© Desenvolvido com pelo iMedicina. Todos os direitos reservados.